Em “manifestação artística contra opressão machista”, feminista deixa homem urinar em seu corpo

COMPARTILHAR

Em janeiro de 2013, a fotógrafa Marlene Ramírez-Cancio registrou o momento em que um homem urinava em uma mulher deitada no chão. Era uma “performance artística”. Aconteceu durante o 8º Encuentro Hemisférico del Centro de Estudios de Arte y Política, no Departamento de Artes Cênicas da USP, em São Paulo. O registro está no site do Instituto Hemisférico Encuentro.

Veja a imagem:

arte.jpg

A mulher da foto é Regina José Galindo, uma artista da Guatemala. A ideia da “performance”, intitulada “Piedra“, Regina se “transforma” em uma pedra e tenta mostrar a “opressão” que a mulher sofre.

O homem que aparece urinando na artista é apenas um espectador que quis dar sua contribuição ao “manifesto contra o machismo”.

É abssurdo pensar que uma mulher que se diz “feminista” deixaria um homem estranho urinar em seu corpo. Parece que em nome da arte tudo é permitido.

Fonte: Um artista urinou em uma mulher pintada de negro na USP em nome da arte? | E-farsas.com – Desvendando farsas da web desde 2002!

 

Advertisements
Anúncios

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta