Marina Ruy Barbosa pede desculpas após ser perseguida por “justiceiros” da extrema esquerda

COMPARTILHAR

A atriz Marina Ruy Barbosa publicou nota em seu perfil oficial no Instagram sobre a polêmica envolvendo a campanha que estrelou da marca de papel higiênico Personal: “Quando me convidaram e apresentaram a mensagem criativa da campanha para o produto Personal Vip Black, produto já existente no exterior e trazida pela Santher para o Brasil, fiquei animada em fazer uma campanha diferente e que seria uma novidade no nosso país”. 

O slogan da campanha, “Black is Beautiful” – frase que também é usada pelo movimento negro norte americano – despertou a fúria daqueles que defendem a ideia da “apropriação cultural” e Marina se tornou alvo de ataques.

No fim, ela se desculpou – mesmo sem ter culpa de nada: “Lamento profundamente que algumas pessoas tenham interpretado o trabalho publicitário da Santher de forma diferente do que foi idealizado”, escreveu.

Fonte: Metrópoles 

 

 

 

Advertisements
Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. e desde quando a criolada pode se apossar da arte dos outros isso de apropriação cultural e coisa de vagabundas vão criar algo de útil eu sou negro e não aceito ser usado por vocês seus imprestaveis formam coletivos para enganar e não trabalhar não produzir e encher o saco dos outros

Deixe uma resposta