Justificativa de projeto que extingue Uber diz que o aplicativo “desconstrói o mercado de táxi”

COMPARTILHAR

De acordo com o texto da PLC28/2017 proposta na Câmara dos Deputados por Carlos Zarattini (PT-SP), líder da Frente Parlamentar em Defesa dos Taxistas, é necessário “manter incólume a regulamentação dos serviços de transporte público individual de passageiros nos Municípios brasileiros, haja vista que o crescimento do transporte clandestino, inclusive por meios tecnológicos, está impactando negativamente na gestão pública, além de desconstruir o mercado de táxi, invadir o campo restrito ao profissional taxista e causar insegurança aos consumidores”.

O projeto que ficou conhecido como “Lei Anti-Uber” será votado hoje pelo Senado Federal, em regime de urgência. 

Fonte: Senado Federal.

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta