Após pressão de Holiday e MBL, Doria recua em restrições para os apps de transporte

COMPARTILHAR

Após a guerra entre Holiday e João Doria, onde o primeiro acusou o segundo de ser um “desempregador” ao alterar regras para os aplicativos de transporte no município, parece que as coisas finalmente entraram na linha. Após recentes reuniões na prefeitura entre interlocutores dos motoristas e poder executivo, ficou definido que a principal regra será flexibilizada, o que garante a todos os motoristas o direito de trabalharem com carros de até 8 anos.

Antes da pressão de Holiday e MBL, a regra falava em apenas 5 anos, o que potencialmente poderia desempregar cerca de 50 mil motoristas destes aplicativos. Outra regra que incomoda e permanece em discussão é o emplacamento dos veículos. Atualmente a prefeitura exige emplacamento municipal, mas tendo em vista a integração da grande SP e ABC, sobretudo com o aeroporto de Guarulhos, Holiday e os motoristas querem que a regra contemple apenas motoristas com emplacamento estadual, e não municipal.

Em sua página no Facebook, Holiday comemorou as mudanças, taxando o feito de “vitória”. Na imagem o parlamentar reafirma a flexibilização concedida à resolução 16. Veja abaixo:

Advertisements
Anúncios

Deixe uma resposta